Blog 08/11/2019

Cuidados com os materiais odontológicos

É comum os profissionais da área relatarem que tiveram pacientes preocupados com os cuidados que seu dentista teve em relação aos seus materiais. Veja abaixo alguns cuidados com os materiais odontológicos.

Kopp
por Kopp
Cuidados com os materiais odontológicos

Para se tornar um profissional competente na área odontológica, o dentista deve obter conhecimento, técnica, estar sempre atualizado e possuir uma grande diligência com os seus materiais odontológicos. Diligência desde a higienização e esterilização dos instrumentais, até na escolha da empresa fornecedora dos instrumentais e demais materiais odontológicos.

É comum os profissionais da área relatarem que tiveram pacientes preocupados com os cuidados que o seu dentista tem em relação aos seus materiais e, por conta disso, é importante reiterar que equipamentos odontológicos sempre estão sujeitos ao risco de sofrer alguma danificação ou fragilização. Portanto, veja abaixo alguns cuidados necessários que os profissionais precisam ter com os seus materiais odontológicos.

Cuidados com materiais odontológicos

Escolha dos produtos

Para se obter uma maior exatidão nos procedimentos, otimização da rotina clínica, sucesso nos tratamentos e claro, fidelização dos clientes, é necessário que o dentista sempre dê prioridade aos produtos de alto padrão, estes que garantem um atendimento profissional e de qualidade indiscutível. Sempre imprescindível na pratica diária, fornecedores confiáveis e capazes de cumprir o tempo de entrega também contribui para que o profissional ganhe destaque e tempo no mercado .

Estamos falando de predileções que lidam diretamente com a saúde das pessoas e a boa proveniência das escolhas dos produtos, uma questão de segurança. Portanto, não se esqueça também de levar em conta os impactos que estes materiais causam na saúde do paciente, utilizar produtos que se envolvam de maneira biológica e compatível com os tecidos bucais.

Realizar pesquisas, se atentar às tendências tecnológicas do mercado e buscar referências de outros profissionais, irão garantir que seu consultório sempre possua artigos de qualidade.

Esterilização

Manter a higiene dos materiais odontológicos parece algo muito óbvio na rotina dos dentistas. Mas, trata-se de um fator tão importante, que é preciso enfatizar isto sempre que possível, para que se previna qualquer problema que possa surgir em algum tratamento.

Primeiro de tudo, é desejado que todo o procedimento de esterilização seja feito em um espaço voltado apenas para o cuidado dos materiais. Portanto, depois de cada atendimento, todos os instrumentos necessitam ser higienizados e esterilizados, utilizando cubas ultrassônicas, escovando para eliminar qualquer sujeira e os demais procedimentos.

Durante a limpeza dos instrumentos, o profissional não pode se esquecer da utilização das luvas de látex para sua segurança. Além disso, atente-se também que, após o uso, qualquer material que seja considerado perfuro cortante ou contaminado seja descartado em um recipiente apropriado, evitando assim qualquer doença por contaminação cruzada e outros riscos.

No caso desses materiais, realize o descarte em recipientes apropriados e lembre-se que os órgãos sanitários exigem que o coletor diferenciado esteja localizado na sala clínica do profissional, em um suporte, com uma altura aproximada de 1 metro e 20 centímetros para despejo dos perfuro cortantes.

Procure tomar todos os cuidados possíveis, principalmente quanto a lavagem, para que se impeça contaminações da água nos equipamentos. Por isso, utilize água destilada ou filtrada, as mais indicadas para a limpeza.

Armazenamento

Para que todo o processo de esterilização não tenha sido em vão, tome extremo cuidado com o armazenamento dos seus produtos. O sistema de vigilância sanitária diz que os materiais esterilizados precisam ser guardados em prateleiras fechadas, gavetas ou caixas plásticas.

Lembrando também da importância de evitar qualquer sobrecarga do compartimento, para que não haja nenhuma danificação das embalagens, e que o processo de esterilização possui o prazo de validade de sete dias.

Quantidade ideal de Kits

Com a vida corrida que levamos, os profissionais precisam estar preparados para qualquer eventualidade. No caso dos kits instrumentais, é necessário que o odontologista tenha, pelo menos, três ou quatro kits de instrumentos em condições de uso impecáveis.

Ter mais de um kit não só fará com que se consiga ter um controle maior de higiene, como também protegerá a saúde de seus pacientes.

A KOPP IMPLANTES possui kits e instrumentais que vem com tudo o que você precisa para realizar a sua cirurgia de maneira organizada e simples, trazendo mais praticidade para o seu dia a dia, e benefícios para seu paciente.

Artigos relacionados

29/11/2019 Blog

Como lidar com pacientes com autismo

Lidar com pacientes nem sempre é uma tarefa fácil, ainda mais por conta do medo ou quando possuem o transtorno do espectro autista. Veja abaixo como lidar com pacientes com autismo!

Foto de Kopp
por Kopp
27/11/2019 Blog

5 erros que impossibilitam a sua clínica de crescer

Administrar um negócio não é uma tarefa fácil, ainda mais um consultório odontológico, onde lida-se diretamente com a saúde e a estética bucal das pessoas. Veja abaixo 5 erros que impossibilitam a sua clínica de crescer.

Foto de Kopp
por Kopp

Comentários

Foto ilustrativa

Kopp Educação

Participamos e fomentamos a educação e formação de novos dentistas brasileiros, doando material para faculdades, onde todos podem conhecer nossos produtos e sistemas de implantes.

Conheça nossos produtos!

Ícone mundo Selecione seu idioma

Contato por WhatsApp Ícone WhatsApp