Blog 20/11/2019

Pacientes veganos podem ter mais problemas bucais?

Com o aumento de pessoas optando pela dieta vegana, muitos odontologistas voltam a falar da relação do veganismo com a saúde bucal dos pacientes.

Kopp
por Kopp
Pacientes veganos podem ter mais problemas bucais?

Em menos de 7 anos, a porcentagem de pessoas vegetarianas e/ou veganas (respectivamente, pessoas que não consomem nenhum tipo de carne animal, mas ainda consomem produtos e alimentos de origem animal; e pessoas que não consomem absolutamente nada de origem animal) dobrou no país. Segundo o IBOPE, em 2012 cerca de 8% dos brasileiros se declaravam vegetarianos ou veganos, enquanto em 2019 esse número já evoluiu para 16%!

Com esse crescimento de 75% em relação a 2012, muitos odontologistas voltam a falar da relação do veganismo com a saúde bucal dos pacientes. Já faz algum tempo que muitos profissionais dividem opiniões e discutem se o veganismo/vegetarianismo tem maior susceptibilidade à cárie por conta deste grupo ingerir menos vitaminas lipossolúveis D, A e K, geralmente encontradas em carnes e responsáveis por favorecer a formação e manutenção de ossos.

Com este estilo de vida alimentar ganhando notoriedade, atualmente este risco já é muito menor, visto que os veganos/vegetarianos já buscam formas para ter uma alimentação saudável e que reponha qualquer tipo de vitamina necessária para o corpo.

Doenças Periodontais

Curiosamente, a UNIP – Universidade Paulista, realizou recentemente uma pesquisa com o objetivo de descobrir se as dietas veganas/vegetarianas estariam causando um maior número de pacientes com doenças periodontais. O resultado acabou mostrando, mais uma vez, que este estilo de vida não causa tantos problemas a saúde bucal.

Na realidade, os pacientes veganos/vegetarianos apresentam menos chances de ter algum tipo de doença periodontais, justamente pela alta quantidade de antioxidantes que ingerem ao buscarem opções que reponham as vitaminas não ingeridas na alimentação.

Pacientes veganos e produtos odontológicos

Muitos profissionais da área de odontologia vem relatando dificuldades para indicar produtos odontológicos para os seus pacientes veganos/vegetarianos, visto que a maioria também não utiliza nenhum produto que tenha sido testado em animais, ou que que tenham algum tipo de produto de origem animal.

Há muitos casos onde os pacientes acabam produzindo eles mesmos seus próprios produtos, para se certificar que não haja nenhum sofrimento animal. Porém, nestes casos, cabe ao profissional explicar aos seus clientes que já existem alguns cremes dentais veganos, e que de nenhuma forma eles devem ser substituídos por algum tipo de tratamento caseiro, por conta da sua composição não ter a eficiência necessária.

Porém, também cabe ao profissional avisar que, diferente das pastas comuns industrializadas, as pastas veganas ainda estão evoluindo, e muitas delas não possuem a dose correta de substâncias químicas, e ainda há casos onde pacientes veganos/vegetarianos acabarem sofrendo de inflamações, alergias e algumas doenças autoimunes.

Seu paciente precisa ser respeitado

Por mais que o número de pessoas veganas e vegetarianas ainda seja baixo no Brasil, como vimos no início do texto, essa taxa vem crescendo muito nos últimos anos, e é bem provável que você já tenha atendido ou irá atender algum paciente apoiador desta causa. Por isto, este tipo de cliente requer um pouco mais de dedicação, estudo e empatia.

Mesmo que exista discordância de opinião, o odontologista precisa compreender a escolha do seu cliente e buscar por produtos e tratamentos que atendam as suas necessidades. Outro ponto importante é que se verifique que a marca do produto escolhido para o tratamento seja “Cruelty Free”, isto é, sem nenhum tipo de crueldade animal.

Mostrando este respeito por suas escolhas, é certo que o profissional irá ganhar a confiança de seus pacientes veganos/vegetarianos e construirá uma forte relação de anos.

Artigos relacionados

29/11/2019 Blog

Como lidar com pacientes com autismo

Lidar com pacientes nem sempre é uma tarefa fácil, ainda mais por conta do medo ou quando possuem o transtorno do espectro autista. Veja abaixo como lidar com pacientes com autismo!

Foto de Kopp
por Kopp
27/11/2019 Blog

5 erros que impossibilitam a sua clínica de crescer

Administrar um negócio não é uma tarefa fácil, ainda mais um consultório odontológico, onde lida-se diretamente com a saúde e a estética bucal das pessoas. Veja abaixo 5 erros que impossibilitam a sua clínica de crescer.

Foto de Kopp
por Kopp

Comentários

Foto ilustrativa

Kopp Educação

Participamos e fomentamos a educação e formação de novos dentistas brasileiros, doando material para faculdades, onde todos podem conhecer nossos produtos e sistemas de implantes.

Conheça nossos produtos!

Ícone mundo Selecione seu idioma

Contato por WhatsApp Ícone WhatsApp